quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Morre, aos 86 anos, dom João Corso, bispo emérito de Campos

Faleceu na madrugada de hoje, 15, em São Paulo, o bispo emérito de Campos (RJ), dom João Corso (SDB). Em nota, o bispo diocesano, dom Roberto Francisco Ferreria Paz, manifestou profundo pesar pelo ocorrido.

 “Com o coração entristecido e pesaroso cumpre-nos comunicar o falecimento do saudoso Dom João Corso.  Recomendando-nos as vossas orações, renovamos votos de comunhão eclesial e profunda estima pela vossa pessoa. Que o Deus da glória e da vida o tenha junto a si este nosso irmão no episcopado tão prestimoso e solidário no seu amor incansável à Igreja”, disse dom Roberto.

Velório e sepultamento

Na tarde de hoje, o corpo de dom João Corso será transladado da cidade de São Paulo, onde residia desde 1995, para Campos dos Goytacazes (RJ). Durante todo o dia serão celebradas missas e a comunidade prestará homenagens ao bispo falecido. O sepultamento está marcado para amanhã, 16, na Basílica menor Santíssimo Salvador.

Dom João nasceu em Cajobi (SP), em 30 de março de 1928. Ingresso no Seminário de Filosofia em 1994 e Teologia em 1950. Foi membro da Ordem dos Salesianos de Dom Bosco (SDB), sendo ordenado presbítero em 1953. Sua nomeação episcopal ocorreu em 12 de outubro de 1990, por escolha do papa João Paulo II. Por motivo de idade avançada e, conforme prevê o Direito Canônico, renunciou ao episcopado em 1995.

Missão no episcopado

Durante sua trajetória episcopal, dom João exerceu importantes atividades a serviço da Igreja no Brasil, no âmbito canônico. Foi consultor na Congregação para o Clero e na Comissão para Interpretação dos Textos Legislativos. De 1996 a 2003, esteve como presidente do Tribunal Eclesiástico da arquidiocese do Rio de Janeiro (RS). Teve intensa atuação nos estudos canônicos, área em que obteve a formação de mestre e doutor em Direito Canônico pela Universidade Pontifícia Salesiana, em Turim, na Itália.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Saiu o Edital do Concurso Público da Prefeitura de NativIdade


A Empresa Consulplan divulgou o Edital do Concurso Público para Prefeitura de Natividade, com os seguintes níveis: Superior na Área de Saúde, Superior na Área de Educação, Diversas Áreas, Médio Técnico, Médio Completo, Fundamental Completo e Fundamental Incompletos.


As inscrições serão feitas no site da Consulplan, tendo incio no dia 23 de setembro e termino 12 de outubro de 2014. Os salários variam de R$ 747,83 a  R$ 1.527,26.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Festa de Setembro 2014

Veja  o que aconteceu na Tradicional festa de Setembro  de Natividade.

Clique na foto para ver outras fotos

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Sindicato conclui levantamento que demonstra erros do Plano de Carreiras e convoca Servidores para solicitarem a correção

Levantamento divulgado pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Natividade, demonstra os erros do plano de carreiras da categoria. Os erros constam da Lei 566/2012 que trata da reimplantação do Plano de Cargos Carreiras e Salários do Servidores do Município de Natividade.

Segundo informações da Diretoria do Sindicato, o Plano anterior estava em vigor desde janeiro de 2003, não continha erros, porém nunca foi aplicado as suas progressões e promoções aos servidores.

O Sindicato veio cobrando ostensivamente a aplicação do Plano. No ano de 2012, o ex-prefeito Marcos Antônio da Silva Toledo -Taninho e então Secretário de Administração, Leandro Bazete Levone, propuseram a reforma do Plano, de forma eleitoreira e os Vereadores aprovaram sem nenhuma discussão com o Sindicato, o que ocasionou os vários erros, posteriormente detectados pelo Sindicato.

Esta anomalia detectada pelo Sindicato consiste em um erro técnico, que só um olhar clínico, de quem acompanha muito de perto a legislação relacionada aos Servidores poderia perceber. Mas por outro lado, foi um erro grosseiro que a administração pública não poderia ter cometido.

Em que consiste o erro?

O Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, como o próprio nome diz,  define a quantidade de cargos, define as carreiras e define a remuneração de todos os Servidores efetivos do Município. No caso da remuneração existe uma tabela salarial construída para definir todos os salários de cada um dos cargos efetivos do Município. No plano anterior esta tabela ficou definida com 2% de um padrão de vencimento para o outro e 11% de um nível para o outro.

Já no Plano aprovado em 2012, não foi definido nenhuma alteração para estes padrões de remuneração e não há um padrão entre os diversos níveis de vencimentos, o que “caducou” o tabela salarial constante do Plano, fazendo com que diversos pisos salariais estejam sendo pagos abaixo do valor correto, causando prejuízos aos Servidores.

Ainda segundo informado no levantamento feito pelo Sindicato, com a falta de padrão na tabela há diversos casos em que os salários foram definidos acima do valor padrão. Como há o princípio da irredutibilidade de salários, para e corrigir a tabela, a solução será reenquadrar estes servidores em níveis acima de onde estão com pisos salariais compatíveis com os atuais.

Uma tarefa bastante complexa que implica em uma revisão geral em todo o Plano de carreiras recém reimplantado. A cobrança de correção está sendo feita pelo Sindicato ao Prefeito interino, Fabiano França Vieira. O Sindicato também está convocando todos os servidores, listados na tabela abaixo para comparecerem ao Sindicato para solicitaram as correções formalmente ao Município

Os cargos que estão que estão com os salários definidos de forma errada, para baixo, são os Seguintes:


CARGO ATUAL
SALÁRIO PAGO
SALÁRIO      DEVIDO
DIFERENÇAS
Administrador Classe III- Nível VII- Padrão I
EM   VERIFICAÇÃO
Agente Cultural -Nível  I-Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente Cultural Nível I - Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Agente Funerário Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente Funerário Nível I - Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Agente Sanitário
EM   VERIFICAÇÃO
Agente Sanitário
Agente Sanitário
Agente Sanitário
Agente Sanitário Nível I Padrão D
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente social - Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente Social -Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente Social- Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Agente Social -Nível I - Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Assistente Administrativo Classe II- Nível II- Padrão H
979,95
1.029,80
-49,85
Assistente Administrativo Classe II- Nível I- Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Assistente Administrativo Classe II- Nível II- Padrão H
979,95
1.029,80
-49,85
Assistente Administrativo Classe II- Nível II- Padrão J
999,59
1.071,40
-71,81
Assistente Administrativo Classe II- Nível II- Padrão J
999,59
1.071,40
-71,81
Assistente Administrativo Classe II- Nível III- Padrão F
1.066,08
1.098,69
-32,61
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão F
961,46
989,81
-28,35
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão H
979,95
1.029,80
-49,85
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão I
989,19
1.050,40
-61,21
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão I
989,19
1.050,40
-61,21
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão I
989,19
1.050,40
-61,21
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão I
989,19
1.050,40
-61,21
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão J
999,59
1.071,40
-71,81
Assistente Administrativo Classe II-Nível II- Padrão j
989,19
1.050,40
-61,21
Assistente Administrativo Classe II-Nível III- Padrão B
1.009,99
1.015,02
-5,03
Assistente Administrativo Classe II-Nível III- Padrão C
1.024,69
1.035,32
-10,63
Assistente Administrativo Classe II-Nível III- Padrão C
1.024,69
1.035,32
-10,63
Aux. de Obras e Serv. Públicos- Nível IV- Padrão G
1.173,72
1.243,94
-70,22
Aux. de Obras e Serv. Públicos- Nível V- Padrão B
1.242,92
1.250,61
-7,69
Auxiliar Administrativo - Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar Administrativo nível I - Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar Administrativo Nível I- Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Auxiliar Administrativo Nível I- Padrão D
836,65
857,10
-20,45
Auxiliar Administrativo Nível I- Padrão G
860,92
909,56
-48,64
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Auxiliar de Farmácia- Nível III- Padrão F
961,46
1.098,69
-137,23
Auxiliar de Serviços Gerais-Nível I- Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Eletricista Nível IV- Padrão G
1.172,93
1.243,94
-71,01
Eletricista Nível IV- Padrão G
1.172,93
1.243,94
-71,01
Eletricista Nível IV- Padrão G
1.172,93
1.243,94
-71,01
Engenheiro Civil Classe II- Nível VIII- Padrão J
EM   VERIFICAÇÃO
Farmacêutico Classe II- Nível VIII- Padrão J
Farmacêutico Classe III- Nível VIII - Padrão J
Farmacêutico Classe III- Nível VIII - Padrão J
Fiscal de Tributos Municipais Classe II - Nível VI- Padrão G
Fiscal  de Urbanismo Classe II - Nível VI - Padrão J
Fiscal de Urbanismo Classe II - Nível VI -Padrão G
Fiscal de Urbanismo Classe II - Nível VI -Padrão G
Fiscal Sanitário Classe II -Nível V - Padrão A
Fonoaudiólogo Classe II-Nível VIII- Padrão J
Fonoaudiólogo Classe I-Nível VIII- Padrão J
Guarda Municipal Classe II- Nível II- Padrão I
989,19
1.050,40
-61,21
Mecânico de Veículos e Maquinas Nível III- Padrão J
1.115,13
1.189,26
-74,13
Mecânico de Veículos e Máquinas Nível III- Padrão J
1.115,13
1.189,26
-74,13
Motorista de Veículos Pesados Nível III- Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III - Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III - Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III - Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III - Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III - Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III- Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III- Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III- Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Motorista de Veículos Pesados Nível III- Padrão G
1.072,40
1.120,66
-48,26
Operador de Máquinas Pesadas Nível III- Padrão J
1.115,13
1.189,26
-74,13
Operador de Máquinas Pesadas Nível IV- Padrão G
1.172,93
1.243,94
-71,01
Psicologo Classe I - Nível VIII- Padrão J
                          EM VERIFICAÇÃO
Psicólogo Classe II- Nível VIII- Padrão J
Secretario Escolar- Nìvel II- Padrão E
958,84
970,40
-11,56
Secretário Escolar-Nível II-Padrão E
958,84
970,40
-11,56
Técnico em Saúde Bucal Classe I-Nível V- Padrão H
1.359,05
1.408,39
-49,34
Telefonista Nível I - Padrão E
844,74
874,24
-29,50
Telefonista Nível I - Padrão F
852,83
891,72
-38,89
Telefonista Nível I -Padrão E
844,74
874,24
-29,50

Os Diretores do Sindicato alerta que pode haver divergências nos dados levantados devido a dificuldade do Sindicato de ter acesso as informações precisas dos servidores. e que o ideal é que cada um servidor compareça ao Sindicato para verificar a sua situação salarial em relação plano de carreiras.

Alem deste erro na confecção da tabela salarial outro erro grave e que distorce os salários de vários cargos é o enquadramento errado de diversos servidores ocorrido em 2012, pois enquanto a Lei determinou o enquadramento em um determinado nível, o decreto enquadrou o servidor em outro. o Sindicato quer uma revisão geral no Plano de Cargos com vista a corrigir todos estes erros.

A  correção do Plano de correrias está sendo negociada com O Prefeito Interino, Fabinao França Vieira. A próxima Reunião para tratar do Assunto esta agendada para o dia 11 de setembro, em horário ainda a ser definido

SOS CIDADANIA