sexta-feira, 25 de julho de 2014

Depois de mortes por febre maculosa, prefeitura de Natividade/RJ, faz ação de orientação.

Na ultima quarta-feira (23julho) foi realizado o dia D contra a febre maculosa em Natividade/RJ. Veja matéria da InterTv.

Acidente na RJ 220 deixa dois mortos e dois feridos em estado grave

Foto: Rádio Natividade FM
Na manhã desta sexta-feira(25julho), aconteceu uma  colisão entre uma viatura da Polícia Militar e um carro (Astra) Placa GZT 3816, de Varre-Sai.

Segundo informações  um policial e um  civil vieram a óbito no local e mais duas pessoas foram socorridos em estado grave, pelos bombeiros do 21º GBM e pela equipes do pronto socorro do Hospital Natividade, sendo uma das vitimas um  policial de Natividade.

Veja mais fotos




Atualização (11h:09min):

Os sobrevivente do acidente encontram-se no HSJA realizando exames afim de afirmar o estado de saúde de cada um, são eles: Thiago Gonçalves, de 29 anos; Dimas José da Silva, de 37 anos; Edson Claiton Gomes, de 36 anos e Laerte Dandão, de 49 anos, todos estes policiais militares. Além de um policial civil Álisson Ribeiro da Silva que pegou carona.

Informações Blog Adilson Ribeiro

Atualização (12h:43min) Identificadas vítimas

Foram identificadas as vítimas do acidente envolvendo uma viatura da Polícia Militar e um automóvel de passeio, início da manhã desta sexta-feira (25), na RJ 220, no trecho que liga os municípios de Natividade e Porciúncula.

3º Sag. Alonso Duarte da Silva
Morreram na hora, o 3º sargento Alonso Duarte da Silva, de 40 anos – que seguia com outros quatro colegas, na unidade prefixo 52-2338, do Grupamento de Ações Táticas (GAT) – além de Maxwell Martins da Silva, de 26, que dirigia o Astra, placa GZT 3816/Varre-Sai. O policial era residente em Natividade e o civil, na vizinha cidade de Varre-Sai.

Maxwell Martins da Silva
Também se feriram e foram socorridos ao Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, o subtenente Laerte Brandão Alves, de 48 anos, os sargentos Edson Clayton Gonçalves, de 36, Dimas José da Silva, de 34, o cabo Thiago Gonçalves, de 29, além de um passageiro do Astra, identificado até o momento apenas como Halisson.

De acordo com colegas de farda, a guarnição da 3ª Companhia de Porciúncula, havia assumido o plantão cerca de meia hora antes do acidente e seguiam para a sede do 29º BPM em Itaperuna, para abastecer a viatura, quando colidiram com o outro veículo, que trafegava em sentido contrário.

Os corpos foram removidos após perícia, ao IML, devendo ser liberados apenas no final da tarde. Dois dos feridos, estão submetidos à cirurgia. Os demais permanecem em observação.
Informações Natividade FM

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Ideologia de gênero, conheça seus perigos e alcances

Gênero, orientação sexual e identidade de gênero são palavras que você, certamente, já escutou onde esperaria encontrar o termo masculino e feminino. Mas cuidado, porque novos termos no linguajar social podem tentar esconder uma ideologia que visa desconstruir o modelo de família e sociedade como a conhecemos hoje.

“A ideologia de gênero é uma tentativa de afirmar para todas as pessoas que não existe uma identidade biológica em relação à sexualidade. Quer dizer que o sujeito, quando nasce, não é homem nem mulher, não possui um sexo masculino ou feminino definido, pois, segundo os ideólogos do gênero, isto é uma construção social”, diz o médico chileno, especialista em bioética, Dr. Christian Schnake.

Confira a primeira parte da reportagem



Por que uma ideologia?

Segundo estudiosos, o conceito de ‘gênero’ está sendo sugerido em muitos lugares como uma verdade científica, mas esconde uma teoria político-social, cujas raízes estão na filosofia marxista de luta de classes, na qual, segundo o filófo alemão Frederick Engels, na sua obra “A Origem da Família, da Propriedade e do Estado”, escrita em 1884, “O primeiro antagonismo de classes da história coincide com o desenvolvimento do antagonismo entre o homem e a mulher unidos em matrimônio monogâmico; e a primeira opressão de uma classe por outra, com a do sexo feminino pelo masculino”.

Na gênese da ideologia de gênero, está o movimento feminista radical dos anos 60 e 70, que, apoiado na filosofia marxista citada acima e nas ideias da filósofa francesa Simone de Beauvoir - a qual disse: “ninguém nasce mulher, mas sim torna-se mulher” -, chegou até as conferências da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a mulher no Cairo (1994) e em Pequim (1995).

Um documento da Conferência Episcopal Peruana (leia o documento) – talvez o mais completo realizado sobre este tema em termos eclesiais – revela que por trás desta ideologia está uma estrutura de desconstrução social. “Está claro, portanto, que a meta dos promotores da ‘perspectiva do gênero’, fortemente presente em Pequim, é o de atingir uma sociedade sem classes de sexo. Para isso, propõem desconstruir a linguagem, as relações familiares, a reprodução, a sexualidade, a educação, a religião, a cultura, entre outras coisas”, cita o documento.

Primeiro alvo: a família

O documento da Conferência Episcopal Peruana também chamou a atenção para algumas ideias de intelectuais feministas de grande prestígio em universidades americanas e inglesas. Uma delas, Alison Jagger, autora de vários livros sobre a perspectiva de gênero, vai dizer:

“A destruição da família biológica que Freud jamais vislumbrou permitirá a emergência de mulheres e homens novos. (…) a própria ‘instituição das relações sexuais’, em que o homem e a mulher desempenham um papel bem definido, desaparecerá.”

Para o médico Dr. Christian Schnake, já é possível ver os resultados desastrosos desta ideia de desconstrução da família. “Nós vemos, hoje, os jovens confusos no que se refere à sua identidade sexual, ou seja, usando a sexualidade de qualquer maneira, de forma utilitarista, sem contar o próprio conceito de ‘pai e de mãe’ que fica cada vez mais distante de ser um referencial para esta juventude”, diz o especialista.

Para o bispo auxiliar da arquidiocese de Aracaju (SE), Dom Henrique Soares, a equiparação das uniões homoafetivas à condição de família seria um desvirtuamento do que a Igreja considera como a base da sociedade. “Nada contra os homossexuais, nada contra as uniões estáveis deles, mas tudo contra ao fato de que isso seja considerado família e que venha, a partir daí, adoção de filhos e, assim, o conceito familiar seja tão dilatado”, afirma o bispo.

Confira a segunda parte da reportagem



O movimento gay

Um outro fenômeno que tem suas bases na ideologia de gênero é o movimento gay. Segundo o documento da Conferência Episcopal Peruana, várias cartilhas e panfletos circularam em Pequim, em 1995, com “alguns textos empregados pelas feministas do gênero, professoras de reconhecidos colégios e universidades dos Estados Unidos” dentre os quais diziam:

“Os homens e as mulheres não sentem atração por pessoas do sexo oposto por natureza, mas sim por um condicionamento da sociedade”, e “existem diversas formas de sexualidade – inclusive homossexuais, lesbianas, bissexuais, transexuais e travestis – que são equivalentes à heterossexualidade.”

Para padre Paulo Ricardo, é preciso diferenciar o movimento gay da pessoa homossexual. “Homossexual é uma pessoa que sente atração pela pessoa do mesmo sexo, o gay é alguém que adotou uma postura política, expressiva e militante” diz o sacerdote.

Homossexualidade e a moral cristã

No Catecismo da Igreja Católica (CIC) podemos ler:

“Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves, a tradição sempre declarou que ‘os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados’. São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados” (CIC – 2357)

Vale lembrar que a Igreja faz uma distinção muito clara entre a tendência homossexual e os atos homossexuais. “A Igreja diz que uma pessoa homossexual pode ser santa se viver a castidade. Homofobia seria dizer ‘santidade é só para os héteros’, mas não, a espiritualidade cristã é inclusiva e chama todos a carregar a sua cruz”, diz padre Paulo Ricardo.

Resta claro que estamos diante de uma engrenagem que tenta mudar, a todo custo e de forma velada, a estrutura da sociedade como a conhecemos hoje. A pergunta que nós cristãos fazemos é: o que podemos esperar do futuro? Como será a educação dos nossos filhos? Como resistir a mais uma ideologia que quer minar a moral cristã? Talvez não tenhamos as repostas agora, mas recordamos a palavra de Bento XVI quando ainda era professor universitário em 1968: “O futuro da Igreja, também nesta ocasião, como sempre, ficará marcado de novo com o selo dos santos”.

domingo, 20 de julho de 2014

Casa pega fogo no bairro Bagaceira


Uma casa pegou fogo na tarde deste domingo (20), no bairro Bagaceira, Natividade. De acordo com informações obtidas pela reportagem da Rádio Natividade, o imóvel localizado na Rua Dário Sebastião do Couto, número 45, teria sido parcialmente destruída, após um provável curto-circuito em um aparelho de TV, que estava na sala.


Vizinhos ao perceberem a fumaça, munidos de baldes e mangueiras, passaram a combater as chamas, que com o auxílio de agentes da Defesa Civil Municipal, foram debeladas. A responsável pelo imóvel, a dona de casa Terezinha de Fátima Germano, de 49 anos, havia saído do local minutos antes.

- Tinha saído da casa, que estava vazia, instantes antes. Fui avisada pelos vizinhos. Graças á Deus ninguém se machucou, – disse desolada ao ver seus pertences carbonizados.

Moradores reclamara o fato de estar sendo cobrada a taxa de incêndio, apesar da cidade não dispor de uma unidade do Corpo de Bombeiros.

- A taxa já chegou! No entanto, não temos o serviço. Se não fosse os moradores e a Defesa Civil tinha queimado tudo. É um absurdo pagar pelo serviço que não temos, – protestou uma moradora.

Matéria: Vanderson Garcia -  Rádio Natividade FM / Foto: Simone Terra

sábado, 19 de julho de 2014

Taninho rompe o silêncio e fala sobre seu afastamento

Foto: Rádio Natividade FM
Depois de 24 dias afastado de suas funções como Prefeito de Natividade, pelo Tribunal regional Eleitoral (TRE/RJ), Taninho conversa com o Jornalista Vanderson Garcia da Rádio Natividade FM, na manhã desse sábado(19julho).





Ouça na integra a entrevista:

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Feira Agroecológica de Natividade

Começou hoje a Feira Agroecológica de Natividade.

Ela acontecerá todas as quartas-feiras de 6:00 às 11:00 horas, na travessa localizada entre o Santuário Nossa Senhora de Natividade e o Banco do Brasil, onde todos poderão comprar produtos sem agrotóxicos e produzidos no nosso município.

Sec. Mun. de Desenvolvimento Econômico e Comércio

terça-feira, 15 de julho de 2014

Matéria da InterTv sobre o Santuário das Aparições de Nossa Senhora de Natividade

Matéria feita em 12 de julho de 2014. Veja Vídeo.

Sindicato Critica Novo Recadastramento Aberto pela Prefeitura de Natividade

Notícia veiculada ontem (14-07), da conta de novo recadastramento que será realizado pela Prefeitura Municipal de Natividade.

Para os Diretores do Sindicato outro recadastramento, não passa de mais uma embromação do Assessor Especial do Prefeito e também Secretário de fazenda e planejamento, Leandro Bazete Levone, para mais vez enrolar todo mundo, inclusive e principalmente o recém empossado prefeito interino do Município, Fabiano França Vieira, que está no exercício do cargo em função da cassação do mandato do Prefeito eleito, por conta de vários crimes eleitorais, cometidos durante a campanha para as eleições de 2012.

Segundo a Diretoria do Sindicato, foi feito um recadastramento em 2012, e a mudança que houve foi para pior, com a contratação de mais cargos de confiança para serem desviados de função, simplesmente porque não há serviços de assessoria, chefia ou de direção, para mais de 500 pessoas no Município e, quem entra para estes cargos, na sua imensa maioria, são cabos eleitorais, que ficam desviados de função, ou nem trabalham e mesmo assim recebem dos cofres públicos.

Este crime dos desvios de função, fica evidente quando o Município não quer divulgar de forma alguma, a relação de servidores, com as respectiva funções, com os salários então, nem se fala. Alerta Eliezir, Presidente do Sindicato. Informações deste tipo só judicialmente, o que demora além de ter custo.

Quer saber onde estão os funcionários? Liga para os Secretários Municipais e pede um relatório, se o Secretário não sabe onde está, demite o Secretário, pois ele é cego, incompetente ou burro, ou é tudo junto num pacote só. Solução para o quadro de pessoal do Município, só um governo sério que realize um concurso público, que já está determinado pela Justiça. Outro recadastramento como o de 2012, é conversa fiada nua e crua. Disparou o Presidente do Sindicato.

SOS CIDADANIA

Ex-prefeito de Natividade acumula mais uma derrota na justiça

Afastado do cardo de prefeito a vários dias, o ex-prefeito de Natividade Marcos Antônio da Silva Toledo (Taninho) e o vice Welligton Nascif de Mendonça tiveram nessa terça-feira mais uma derrota.

Acusados de uso indevido dos meios de comunicação em processo movido pela coligação Porque Natividade Merece Mais, o ex-prefeito apesar de inelegível e afastado do cargo tentou ao longo dos últimos dias uma liminar que desse a ele, o direito de aguardar o prosseguimento do processo no cargo, mas o sabor da decisão não foi o esperado.

Após o processo tramitar no TSE desde o dia 25 de Junho, e chegar a Presidência do TSE, o MinistroMinistro DIAS TOFFOLI, decidiu pela não realização de novas eleições até o julgamento do recurso, porem com a permanência do ex-prefeito afastado.

Consta do acórdão regional que “[...] Taninho abusou de sua posição de chefe do Poder Executivo Municipal para atender seus interesses eleitorais visando ao pleito que se aproximava, desvirtuando a propaganda institucional e utilizando recursos públicos para financiar a divulgação de reportagens que promoviam a sua pessoa ou prejudicavam a candidatura de seu adversário, incorrendo, assim, em abuso de poder político entrelaçado com abuso de poder econômico” (fl. 1.752). 

Na decisão o Ministro pondera ainda que o posicionamento desta Corte é no sentido de se evitar a sucessiva alternância na chefia do Poder Executivo Municipal atuando a Liminar tão somente para suspender a realização de novas eleições até o julgamento do mérito do recurso por esta Corte.

Com a decisão, o vereador Fabiano França presidente da câmara de vereadores de Natividade, permanece no cargo até o julgamento do recurso que deverá ocorrer nas próximas semanas..

Resumo da Notícia