Campanha Tribuna Livre na Câmara de Vereadores de Natividade


No ultimo domingo(06jan2013), foi postado na rede social do Facebook, pelo jovem Roberto Filho, uma campanha que muito nos chamou a atenção. A Campanha do retorno da Tribuna Livre na Câmara de Vereadores de Natividade/RJ. Essa Tribuna abre espaça de fala nas reuniões da Casa Legisladora de Natividade, para que os eleitores também façam suas colocações e reivindicações.



"É um espaço fundamental, tão importante quanto a proposta de câmara itinerante que o atual presidente da câmara mencionou em seu discurso de posse. É a oportunidade do empresário falar, do operário falar, do produtor falar, do estudante falar, do servidor público falar, das ONGs falarem, das outras entidades organizadas falarem e de todo cidadão que tenha interesse em contribuir para uma Natividade melhor falar. É um excelente filtro para ações da câmara e do executivo municipal utilizar para planejar melhor suas ações e ter respostas do resultado das ações já em execução no nosso município. Não é só importante para o cidadão este espaço, como também para todos bons prefeitos, secretários e vereadores que buscam verdadeiramente representar os interesses dos natividadenses. Bem organizado e regulamentado, o espaço se torna ideal para esse fim, com reduzidos bate bocas e sem desrespeito." disse Roberto Filho

Muitas pessoas já deixaram seus comentários na publicação de Roberto Filho, apoiando a iniciativa dele. Mas essa campanha tem que ter uma adesão maior em nossa comunidade, pois em uma conversa informal com um vereador reeleito, o mesmo me disse quando o indaguei sobre a Tribuna Livre que seus pares não abrem um votação para mesma voltar pois muitos iram lá para fazer do púlpito da casa de palanque, tentando promover-se a si mesmo, como já foi feito no passado.

Nós do ClickNat apoiamos a iniciativa de Roberto Filho, que tem que existir na Casa Legisladora um espaço para o povo se manifestar, pois afinal de contas foi ele que deu o credito para que os vereadores estivessem lá, fazendo o papel de legisladores e fiscalizadores do poder público municipal.