CIDADE: Natividade é referência Nacional no apoio às Micro e Pequenas Empresas

Ufa!! Até que enfim conseguimos ouvir uma notícia legal sobre a Administração Publica Municipal, Natividade é referência Nacional no apoio às Micro e Pequenas Empresas no estado do Rio, segundo matéria vinculada no blog do Adilson Ribeiro, vejam matéria abaixo.


Importante levantamento realizado pelo SEBRAE Nacional, em todos os estados brasileiros, mostrou que a Prefeitura de Natividade é uma das quatro do Estado do Rio de Janeiro que mais compram serviços e produtos das Micro e Pequenas Empresas do próprio município.
O extenso estudo desenvolvido pelo SEBRAE, constatam que Natividade, de fato, tem investido de forma altamente positiva junto aos micro e pequeno empreendedores locais, notadamente, a partir da criação da Casa do Empreendedor, um centro de referência municipal em geração de trabalho e renda. O projeto pioneiro nasceu com a missão de se tornar a porta de entrada dos empresários em um cenário cada vez mais competitivo e dinâmico que desenvolve total apoio e assessoramento ao microempreendedor individual, no trabalho de formalização de sua empresa, possibilitando fornecer e comercializar com os governos municipal, estadual e federal.
O projeto da Casa do Empreendedor idealizado pelo então Secretário de Administração, Fazenda e Planejamento Sr. Leandro Levone, foi criado especificamente para atender às necessidades dos empreendedores locais. Em um único espaço, estão integradas as principais entidades de fomento empresarial, como o SEBRAE, a Associação Comercial e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Natividade, que passam a pensar conjuntamente em soluções para o desenvolvimento econômico do município.

A Prefeitura de Natividade também desenvolveu importante apoio aos produtores da agricultura familiar, realizando parcerias os inseridos nos vários programas voltados ao setor. Este é o caso dos participantes do Programa de Alimento Ecologicamente Sustentável (PAES), que recebem toda a orientação e apoio para que possam vender seus produtos aos programas do Governo Federal. Todos eles, também, comercializam seus produtos na Feira Livre, que passou por processo de revitalização, oferecendo-lhes, inclusive, o transporte das mercadorias. Além disso, a Prefeitura oferece “tickets feira” a todos os servidores municipais com salário de, até, R$ 1.250,00, a serem ‘gastos’ na compra de produtos dos feirantes.

A união de forças e a parceria com os empresários locais não podia apresentar resultado melhor. Em 2012, o prefeito Marco Antônio da Silva Toledo, o Taninho, recebeu do SEBRAE o Prêmio de Prefeito Empreendedor 2012, que incentiva ações municipais que promovam o crescimento dos pequenos negócios e, consequentemente, contribuam com a economia dos municípios.
Com uma receita simples, seriedade e muito trabalho, Natividade vem conseguindo reescrever sua própria estória de desenvolvimento e progresso. E, no que depender do apoio público às MPE, o enredo desta parceria de sucesso está bem longe do fim.

O Estudo

Na elaboração do estudo, o SEBRAE realizou extensa análise nos resultados das Receitas Correntes Líquidas (RCL) dos municípios, considerando, entre outros fatores, o índice populacional x despesas de compras efetuadas com as MPEs. Também foi feito pesquisa junto à Confederação Nacional dos Municípios (CNM) num levantamento com base no sistema Finanças do Brasil (FINBRA) e no Sistema de Monitoramento da lei geral, tomando como base quatro contas da despesa com o custeio do município: Material de Consumo, Materiais de Distribuição Gratuita, Locação de Mão de Obra e Outros Serviços de Pessoa Física.
A partir desses dados, calculou-se a média de gasto com estas quatro contas e valor per capita e em proporção da Receita Corrente Líquida (RCL), bem como as médias por unidade da federação e por porte populacional.
A partir daí, o SEBRAE classificou os gastos como “Alto”, “Baixo” ou “Mediano”, em relação ao gasto do Estado e do grupo de municípios do mesmo porte populacional.
O SEBRAE estará expandindo o levantamento para mais outras três contas, mas, o resultado do estudo já concluído coloca o Município de Natividade como um dos destaques em âmbito nacional.
A intenção do SEBRAE com os resultados do levantamento é usar esses dados como forma de incentivar outros municípios a seguirem o exemplo e passarem a prestigiar os MPEs, através de ampla campanha, na qual os municípios classificados como alto potencial de compra, como é o caso de Natividade, estarão apresentando suas experiências, estratégias e ações em benefício ao MPEs.

No Estado

No Rio de Janeiro, os municípios com potencial alto de compras estão, além de Natividade, Piraí, Arraial do Cabo e Angra dos Reis. Com potencial mediano aparecem Valença, Três Rios, Paraíba do Sul, Mendes e Cordeiro, enquanto o restante dos municípios aparecem com potencial baixo.