POLÍTICA: Câmara de Vereadores veta os 50% na Lei de Diretrizes Orçamentária para 2014 e o Administrativo só poderá agir por decreto com 20% do orçamento.

Na reunião dessa terça-feira(11junho2013), foi votada a LDO - Lei de Diretrizes Orçamentária para o ano de 2014, terá como artigo 36, que o Administrativo só poderá dispor de 20% do orçamento para trabalhar por decreto.

Com a apresentação três emendas ao Projeto Lei 010/2013, PL da LDO, foi escolhido com o consenso da maioria dos vereadores a emenda que oferecia 20% do orçamento de 2014 para o prefeito usar por decreto.

Na LDO desse ano o prefeito pode usar por decreto até 50% do orçamento podendo assim fazer que bem entender, sem precisar que seus projetos passem pela Câmara Municipal.

A votação da redação final do PL 010/2013, com a modificação do artigo 36, de 50% para 20%, que diz respeito a porcentagem que o prefeito poderá usar do orçamento por decreto foi aprovado pela maioria, os vereadores que votaram a favor foram: Drª Ivete, Bernardo de Pinho, Severiano Nenem, Rogério Moreira, Filho Barreto, Rogério Dentista, Robson do Açougue, Filho Barreto e Jorge do Caminhão. Vereador que voltou contra foi o Juninho Vargas.

Com essa decisão o Legislativo está mostrando que não tem a mesma sintonia que a Câmara passada tinha com o Administrativo, pois os vereadores estão pensando mais no povo.

Ouça a reunião na integra