Vereadores aprovam projeto de Lei do Consórcio Noroeste

O município de Natividade através da câmara de vereadores aprovou ontem o Projeto de Lei nº 018/2013 que ratifica que autoriza o município a firmar Termo Aditivo do Consórcio Noroeste.

O Projeto de Lei, autoriza ao chefe do poder executivo a assinar o Termo Aditivo do Consorcio Noroeste II a fundir ao Consorcio Noroeste I constituindo-se assim a um único consorcio chamado de “Consorcio Noroeste”.

O Objetivo do Consorcio Noroeste é a gestão associada dos serviços públicos de manejo de resíduos sólidos.

A mais ou menos 15 dias, o vereador Rogério Moreira solicitou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, informações sobre o referido projeto que até o momento não tem em seu corpo uma planilha de custos.

Na busca por mais informações, os demais municípios consultados, também disseram que ainda não aderiram ao consorcio pela ausência de informação.

Colocado em votação, os vereadores Rogério Moreira, Dra. Ivete, Severiano, Bernardo de Pinho, Fabiano (Bim), Rogério Dentista e Jorge do Caminhão votaram na aprovação do  projeto com ressalvas.

Entre as perguntas não respondidas, está à falta de planilha de preço em relação à tonelada de lixo por quilo, a contratação de profissionais, maquinários e outros assuntos.

Ainda segundo o primeiro documento enviado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, existe entre as cidades um contrato de rateio para as despesas administrativas do consorcio no valor de R$30.000,00 (Trinta Mil reais) a ser pago por cada município.

Em conversa com alguns vereadores do município, nenhum deles sobe explicar como foi avaliado o quadro de profissionais a serem contratados pelo consorcio com cargos que variam de R$ 1.300,00 a R$ 8.000,00.

Conexâo Noroeste