Pólo CEDERJ pede socorro em Natividade

Foto: Rede Social
Mais um período de  chuva esta ai. E nosso Pólo do CEDERJ esta sendo inundado pelas infiltrações da estrutura do prédio do Colégio Municipal Alvorada.

O que nos deixa mais triste nisso tudo é que o Governo Municipal não cumpre com sua parte no acordo que fez com o CEDERJ para ter a entidade aqui em nosso Município. Pois cabe ao Governo Municipal dar a estrutura física em bom estado para que funcione com 100% de sua capacidade. Mas o que vemos através dessas fotos abaixo é o total descaso do Governo Municipal.

Para termos uma idéia a única obra feita no CEDERJ foi quando ele foi inaugurado, isto na gestão do Governo Agudo, isto é a mais de oito anos atrás. Com essa estrutura danificada não se pode usar todos os computadores do Pólo (um número de 50 máquinas), senão a energia elétrica do local cai. A infiltração no laboratório não deixa que o mesmo seja usado, podendo danificar os computadores. Entre outros problemas. Vejam as fotos que foram vinculadas na rede social para mostrar como está a estrutura do local onde fica o CEDEJ.

Um ponto importante para que todos saibam é que no Pólo do CEDERJ tem uma clientela muito grande de alunos que não residem em Natividade, com isso gerando renda nos finais de semana para a cidade, pois este alunos acabam consumido serviços e produtos na cidade.

Ouça o pronunciamento da Coordenadora do Pólo CERDEJ de Natividade, na reunião da Câmara de Vereadores de Natividade no dia 28 de novembro passado.


Outro fator importante é que se não conseguir estas melhorias estruturais o Pólo do CERDERJ em Natividade pode acabar, indo favorecer uma cidade vizinha. Será que é isto que o Governo Municipal quer que aconteça? Será que realmente estas pessoas estão interessados em dar EDUCAÇÃO ao povo?

Foto: Rede Social
O que é mais lamentável é vermos que numa cidade de pouco mais de 15 mil habitantes, onde a dificuldade de se fazer uma faculdade é grande, pois nem todos podem sair daqui e ir para cidades vizinhas, o Governo Municipal não consegue cumprir com um simples acordo, de dar o mínimo de estrutura para o Pólo do CEDERJ funcionar. Deixo as perguntas:

Quem realmente poderá nos ajudar? Será que mais uma vez o povo de Natividade vai sair perdendo nesta história? Quem pode responder estas perguntas?