Falso padre é detido após enganar fiéis em Porciúncula e Laje do Muriaé

Um caso de falsidade ideológica foi registrado neste domingo (20), na 138ª Delegacia de Laje do Muriaé. Um homem que identificava como o padre Ricardo Nascif, enganou fiéis e sacerdotes da região, ao apresentar uma carteira falsa de ministro religioso.

Tudo teria começado após o falsário ter mantido contato, via redes sociais, com o pároco da Matriz Nossa Senhora da Piedade em Laje do Muriaé, padre Ramyro Armond, onde se dizia capelão do exército brasileiro, em uma unidade de Curitiba, Paraná.

Por ocasião da Semana Santa, o acusado teria pedido ao padre se poderia se dirigir à Laje do Muriaé, onde pretendia conhecer a paróquia local e ficar alguns dias, pois estava de folga. Chegando à cidade, o “padre” passou a auxiliar nas celebrações como concelebrante, até que outro sacerdote de Porciúncula, que esteve na cidade o convidou também para auxilia-lo em sua igreja.

Durante a missa na cidade, uma paroquiana tirou uma foto, postou na internet, sendo que a imagem foi vista por um padre de São Paulo, que já conhecia o golpe e denunciou a farsa na região.

Levado para a delegacia, “Padre Ricardo Nascif”, que na verdade se chama Wesley Ricardo da Silva, admitiu as acusações e alegou ter cursado o seminário por cerca de quatro anos, sendo expulso por indisciplina. Desde então, ele assim se apresenta em paróquias do Brasil. O falsário prestou depoimento e responderá em liberdade.

Rádio Natividade – Fotos: Reprodução internet