Pela 1ª vez na história prefeito eleito não paricipa da sessão solene da Câmara Municipal de Natividade

Pela primeira vez na história desse pais… Essa frase você já deve ter ouvido.

Mas em Natividade, pela primeira vez na história, um prefeito eleito não participa da Sessão Solene ato que comemora o Aniversário de Emancipação Politica e Administrativa de Natividade.

Realizado nessa sexta-feira 20 de Junho, o evento que comemora os 67 anos da cidade, contou com a presença de Deputados Estaduais e Federais,  vereadores e secretários de toda a região. Porem a ausência do ex-prefeito Marcos Antônio da Silva Toledo, deixou claro o momento vivido em Natividade.

Sentenciado pelo TRE-RJ a 08 anos de Inexibilidade e Cassação do Diploma, o prefeito já vinha conduzindo o município por força de uma liminar no TSE, pelo afastamento por crime eleitoral.

De forma não tão clara, o presidente da câmara de vereadores Fabiano França (Bim), ainda não assumiu a vaga de prefeito. Durante a semana, os vereadores chegaram a se reunir pra dar posse ao presidente mas não chegaram a um consenso.

Fato ainda mais curioso é que o cargo estaria vago desde o dia 16 de Junho como pode ser observado em documento assinado pelo presidente do TRE-RJ.

Não menos curioso, foi a ausência do vereador Eriques Lopes (Mineirinho) a sessão, sem nenhuma justificativa apresentada pelo cerimonial da reunião, a ausência do vereador também pegou alguns correligionários de surpresas.


Conexão Noroeste