Morre, aos 86 anos, dom João Corso, bispo emérito de Campos

Faleceu na madrugada de hoje, 15, em São Paulo, o bispo emérito de Campos (RJ), dom João Corso (SDB). Em nota, o bispo diocesano, dom Roberto Francisco Ferreria Paz, manifestou profundo pesar pelo ocorrido.

 “Com o coração entristecido e pesaroso cumpre-nos comunicar o falecimento do saudoso Dom João Corso.  Recomendando-nos as vossas orações, renovamos votos de comunhão eclesial e profunda estima pela vossa pessoa. Que o Deus da glória e da vida o tenha junto a si este nosso irmão no episcopado tão prestimoso e solidário no seu amor incansável à Igreja”, disse dom Roberto.

Velório e sepultamento

Na tarde de hoje, o corpo de dom João Corso será transladado da cidade de São Paulo, onde residia desde 1995, para Campos dos Goytacazes (RJ). Durante todo o dia serão celebradas missas e a comunidade prestará homenagens ao bispo falecido. O sepultamento está marcado para amanhã, 16, na Basílica menor Santíssimo Salvador.

Dom João nasceu em Cajobi (SP), em 30 de março de 1928. Ingresso no Seminário de Filosofia em 1994 e Teologia em 1950. Foi membro da Ordem dos Salesianos de Dom Bosco (SDB), sendo ordenado presbítero em 1953. Sua nomeação episcopal ocorreu em 12 de outubro de 1990, por escolha do papa João Paulo II. Por motivo de idade avançada e, conforme prevê o Direito Canônico, renunciou ao episcopado em 1995.

Missão no episcopado

Durante sua trajetória episcopal, dom João exerceu importantes atividades a serviço da Igreja no Brasil, no âmbito canônico. Foi consultor na Congregação para o Clero e na Comissão para Interpretação dos Textos Legislativos. De 1996 a 2003, esteve como presidente do Tribunal Eclesiástico da arquidiocese do Rio de Janeiro (RS). Teve intensa atuação nos estudos canônicos, área em que obteve a formação de mestre e doutor em Direito Canônico pela Universidade Pontifícia Salesiana, em Turim, na Itália.