Concurso publico de Natividade continua sem homologação

Foto da Internet
Em meio a crise política vivida pelo Município de Natividade, que culminou na cassação do mandado do ex-prefeito, Marcos Antônio da Silva Toledo (Taninho), reeleito em 2012, os candidatos aprovados no concurso público para preenchimento de diversas vagas existentes na estrutura do quadro de pessoal do Município cobram do Prefeito a homologação do certame e a convocação dos aprovados.

O Concurso foi realizado pela Empresa CONSULPLAN e a etapa final do mesmo (divulgação da classificação final dos candidatos) ocorreu no dia 24 de fevereiro, sendo que até a presente data o Prefeito que comanda a Prefeitura interinamente, Robson Rodrigues Barreto, não o homologou.

Pelas redes sociais os candidatos estão se mobilizando para tomadas de providências em relação a atitude do Prefeito. Uma representação informal dos aprovados está organizando para hoje (09-04), uma manifestação na Câmara de Vereadores, como forma de protesto e para cobrar dos vereadores uma atitude contra a não homologação do concurso.

O concurso foi realizado por determinação judicial após denúncia do Sindicato ainda no ano de 2008 contra contratos temporários na Prefeitura, com a denúncia, o Ministério público fez com que o ex-prefeito Taninho assinasse, no ano de 2009, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), onde ele se obrigava a realizar o concurso. Como o ex-prefeito assinou mas não cumpriu o TAC o MP ingressou com uma ação de execução e a justiça determinou a realização do concurso.

O Presidente do Sindicato do Servidores, Eliezir Marchiote informou que a assessoria jurídica do Sindicato está à disposição dos candidatos aprovados para a tomada de providencias judiciais visando a homologação do certame e ainda frisou também, que na sua opinião, cabe uma ação de improbidade administrativa contra o Prefeito já que ele está descumprindo uma determinação, já que a decisão liminar da Juíza foi no sentido de que fosse realizada todas as etapas do concurso. Sendo óbvio que todas as etapas inclui o principal, que é a homologação e a convocação dos aprovados dentro do limite de vagas.

SOS CIDADANIA