Secretaria de Saúde intensifica combate à dengue em Natividade

Devido ao aparecimento de casos suspeitos de dengue no município de Natividade, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Ambiental em Saúde, intensificou as ações de combate à doença. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no mês de março (até 16/04), foram notificados 42 casos de dengue em Natividade, sendo que desse total, dois resultados foram positivos e dois resultados foram negativos e 38 casos notificados aguardam o resultado.

Entre as atividades, houve um aumento das visitas domiciliares com o objetivo de localizar e eliminar possíveis focos do Aedes aegypti. E ainda a compra de material e insumos para UBV-Ultra Baixo Volume (fumacê), principalmente no distrito Ourânia, onde há o aparecimento da maioria dos casos suspeitos não confirmados da doença.

Durante essa semana, a Vigilância Ambiental em Saúde está realizando no distrito Ourânia o trabalho de dedetização, utilizando o fumacê, no sentido de baixar o índice de infestação do mosquito transmissor da dengue que está alto no distrito. E ainda realizando palestras de orientação na quinta-feira (16/04), na Unidade Básica de Saúde e no Colégio Municipal José Rosa da Silva.

  A Vigilância Ambiental lembra que é o momento da população não esquecer da prevenção à doença, evitando o acúmulo de depósitos de água onde o mosquito pode se proliferar. Entre os problemas encontrados no município estão as lonas que cobrem materiais em construções que servem de acúmulo de água, local preferido pelo mosquito para colocar os ovos. E ainda pneus em locais expostos a chuvas, caixas d’água abertas e lixos em terrenos baldios.

O supervisor geral de trabalho da Vigilância Ambiental, André Luiz da Silva e o coordenador Sebastião de Oliveira Poubel destacam a importância da colaboração da população natividadense no sentido de unir forças com a Secretaria de Saúde para juntos combater o mosquito transmissor da dengue.

 “A nossa intenção é intensificar o trabalho de campo e de conscientização da população no sentido que esta faça a sua parte. Além disso, a Secretaria está trabalhando em parceria com o Hospital de Natividade para maior agilidade nas notificações de casos suspeitos da doença para bloqueio da casa do notificado e área demarcada para maior controle da doença”, concluiu o secretário de Saúde, Evando Luiz Fernandes.

ASCOM PMN