Reunião entre Prefeito Interino, Sindicato e representantes dos Professores, sela acordo e põe fim à greve da Educação de Natividade

Reunidos no Gabinete do Prefeito na manhã desta sexta-feira (01 de maio), representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Natividade, o Prefeito Interino Robson Rodrigues Barreto e seus assessores o Secretário Municipal de Fazenda Leandro Bazete Levone, o Procurador Jurídico do Município Dr. Alessandro Gloria e diversos representantes dos Professores e Monitores das Creches Municipais, selaram o acordo que pôs fim à greve  dos Profissionais da Educação que foi deflagrada pela categoria no dia 17 de abril e perdurava até a presente data, tendo abrangido praticamente 100% das unidades de ensino do Município.

Com o acordo firmado, segundo informações prestadas pelo Presidente do Sindicato Eliezir Marchiote, todas as unidades de ensino do Município, na segunda feira voltam a funcionar normalmente.

Leia abaixo a nota oficial do Sindicato.

Nota oficial do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natividade

Em função da greve dos Professores e Monitores das Creches Municipais, deflagrada no dia 17 de abril de 2015, em função do não atualização dos salários dos Profissionais da Educação do Município, de Acordo com o Piso Mínimo Nacional. O Sindicato dos Servidores Municipais de Natividade informa que após negociações junto a Câmara de Vereadores que culminou na aprovação do Projeto de Lei 08/2015, que conde o reajuste pleiteado pelos professores e Monitores das Creches municipais, da ordem 22,87%, retroativos a janeiro de 2015.

Considerando que em reunião ocorrida hoje 1 de maio de 2015, reunião entre o Poder Executivo, representantes do Sindicato dos Servidores e representantes dos Professores e Monitores, onde ficou acordado que:

1 – a Lei será sancionada tal como aprovada por unanimidade pelos Vereadores, ou seja com o reajuste de 22,87% pagos retroativos a 1º de janeiro de 2015,

2 – O pagamento dos meses em atraso se dará em 3 parcelas, uma em folha suplementar o que ocorrerá a partir do dia 15 de maio e as demais parcelas serão quitadas nos pagamentos do meses de maio e junho próximos.

Desta feita, conforme decisão previa dos Grevistas, reunidos em Assembleia na Praça Ferreira Rabelo, no dia 30 de abril (após a reunião da Câmara de Vereadores). Fica decretado o fim da Greve dos Professores e Monitores da rede pública municipal de Natividade.

Na reunião também ficou acertado que os Professores farão a reposição de 4 dias da greve, visando a garantia dos 200 dias letivos no ano, previstos na legislação pertinente.

Sindicato dos Servidores Municipais de Natividade

ASCOM SOS Cidadania